• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

Secretaria de Combate ao Racismo inscreve dirigentes cutistas para curso virtual

A Secretaria de Combate ao Racismo da CUT-PB inscreveu quatro dirigentes de sindicatos cutistas para participar do curso sobre Políticas Sindicais Antirracistas, que terá início na próxima semana.

Publicado: 29 Julho, 2020 - 13h34 | Última modificação: 29 Julho, 2020 - 15h41

Escrito por: Elara Leite e Izabelle Almeida

Divulgação
notice

A Secretaria de Combate ao Racismo da CUT-PB inscreveu quatro dirigentes de sindicatos cutistas para participar do curso sobre Políticas Sindicais Antirracistas, que terá início na próxima semana. O curso é promovido pela Secretaria Nacional de Combate ao Racismo.

Os dirigentes inscritos foram: Marileide Pires (SINDACS), Clodoaldo Gomes (CUT-PB), Freud Rego (SINTABO) e Maria de Lourdes Teixeira (SINTESPPB), que serão multiplicadores do conteúdo, no sentido de qualificar ainda mais o sindicalismo para o enfrentamento do racismo.

O curso Políticas Sindicais Antirracistas têm o objetivo de proporcionar uma formação histórica econômica do Brasil e a contribuição africana para a construção da riqueza nacional. A intenção é promover reflexões sobre a invasão europeia aos continentes africanos, fazendo com que a escravidão e racismo estejam em prática há tantos anos na sociedade.

“Esperamos que o tema tenha o papel de construir um coletivo para o combate ao racismo da CUT-PB e aprofundar o trabalho dentro dessa temática no Estado. Ao entender que o racismo é estrutural da sociedade brasileira e capitalismo no geral, é um debate fundamental no sindicalismo. Precisamos construir um sindicalismo que possa entender a importância desse tema entendendo o legado histórico da escravidão ainda na atualidade capitalista”, comenta Clodoaldo Gomes, secretário de Combate ao Racismo da CUT-PB, ressaltando a importância do curso.

O curso será promovido e ministrado de forma EaD (à distância), e será dividido em treze aulas com 3 horas de duração cada, uma vez por semana. O recurso obrigatório consiste no acesso da internet através de computadores ou notebook.