• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-PB realiza Assembleia e organiza eleição de Sindicato em Lucena

Escolha da nova diretoria do Sintramul vai acontecer em agosto

Publicado: 29 Julho, 2021 - 09h21 | Última modificação: 29 Julho, 2021 - 09h55

Escrito por: Ascom CUT-PB

Divulgação
notice
Os objetivos foram criar uma comissão eleitoral e definir o calendário eleitoral do sindicato.

A Central Única dos Trabalhadores (CUT-PB) realizou, na manhã desta quarta-feira (28), uma Assembleia Geral com os servidores do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Lucena (Sintramul), entidade ligada à CUT-PB.

Os objetivos da Assembleia foram criar uma comissão eleitoral e definir o calendário eleitoral do sindicato, que será gerido pela comissão. A eleição vai escolher a diretoria do Sintramul no período de 2021 a 2024.

Na Assembleia, que aconteceu de forma presencial, respeitando os protocolos de segurança contra a Covid-19, como o distanciamento social e o uso de máscaras, ficou definido que a comissão seria composta por três pessoas: Senildo Henriques, como representante da CUT-PB, Marcos Lima, membro representante da chapa de oposição, e Priscila Lima, representando a chapa de situação.

Após a criação da comissão, foi definido o calendário eleitoral. De acordo com o edital, a eleição vai acontecer em 03 de setembro, num local que ainda será definido. Os servidores que estiverem em dia com o sindicato poderão votar das 8h às 16h em uma das chapas concorrentes.

Nivea Carneiro, ex-presidente do Sindicato, destacou a importância da eleição. "Eu vejo as eleições sindicais como um momento ímpar para nós trabalhadores, pois ela permite a participação ativa de todos seus filiados e respalda a luta da categoria e da entidade, uma vez que os sindicatos são organizações de representação dos interesses dos trabalhadores, criada para compensar o poder dos gestores, no nosso caso de servidores públicos, na relação de trabalho, sempre desigual e reconhecidamente conflituosa, entre interesse do gestor e trabalhadores", afirmou.

Quem quiser apresentar uma candidatura, além das duas já existentes, deve se apresentar à atual diretoria até 20 dias depois da publicação do edital. É preciso apresentar uma ficha de qualificação assinada e xerox da carteira de identidade e contracheque.

Para Tião Santos, presidente da CUT-PB, que participou da Assembleia, porém, a união das chapas é importante. “Apesar de termos duas chapas concorrentes no momento, o nosso objetivo é que seja eleição de chapa única, para evitar um racha na categoria e considerando que o número de eleitores deve ser pequeno. Queremos uma luta unificada e forte na cidade”, afirmou.

Nivea destacou também a importância da participação dos trabalhadores no processo. "O que está em jogo é o futuro dos trabalhadores na luta diária por seus direitos. É muito importante que os trabalhadores sindicalizados se envolvam na discussão, participando ativamente do processo eleitoral em sua base", concluiu.