• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-PB e Comitê Estadual do FNDC repudiam ataque antidemocrático da UFPB

O interventor, Valdiney Gouveia, vetou projeto fundamental da TV UFPB para divulgação da ciência.

Publicado: 29 Maio, 2021 - 07h36 | Última modificação: 29 Maio, 2021 - 07h40

Escrito por: Ascom CUT-PB

Ascom CUT-PB
notice
A produção foi lançada no último sábado (24), na Bahia, e exibiria para a Paraíba.

A Central Única dos Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB) emitiu nesta sexta-feira (28), uma nota de repúdio à atitude antidemocrática do reitor da UFPB, Valdiney Gouveia, contra a TV UFPB. Na última quarta-feira (26), o reitor vetou a participação da UFPB no projeto UniverCiência, que tem o objetivo de divulgar, para todo o país, trabalhos científicos das instituições federais de ensino superior.

A produção foi lançada no último sábado (24), na Bahia, e exibiria para a Paraíba, 15 programas de 26 minutos mostrando resultados de pesquisas científicas e o impacto dessas pesquisas no cotidiano da população nordestina.

Confira abaixo a nota completa emitida pela CUT-PB em parceria com o Comitê Estadual do FNDC:


A Central Única dos Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB) e o Comitê Estadual do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) vêm a público repudiar a atitude do reitor da UFPB, Valdiney Veloso Gouveia, que de forma antidemocrática, determinou a suspensão do Programa UniverCiência, que visa divulgar a ciência produzira pelas universidades federais do país, transmitido pela TV UFPB, alegando, para justificar o desligamento do programa, a falta de identificação com as pautas e o conteúdo apresentado, num total desrespeito à liberdade de expressão; bem como denunciam mais uma intervenção desse Reitorado no âmbido a universidade ao impor seu pensamento autoritário à TV UFPB, uma emissora pública, vinculada à Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) e à Rede Nacional de Comunicação Pública.

As entidades reconhecem que essa atitude só demonstra a falta de entendimento do reitor no que tange ao papel da comunicação pública, atacando sua autonomia e tentando transofmrar a TV UFPB em mera reprodutora de publicidade oficial.

A CUT-PB e o Comitê Estadual do FNDC lamentam a censura instalada na TV UFPB, solidarizam-se com seus profissionais e comungam da indignação de toda comunidade universitária, que vem enfrentando ataques de uma gestão interventora, que objetiva quebrar a autonomia universitária e implantar a ideologia fascista e reacionária do mandatário da nação Jair Bolsonaro.

A Direção da CUT e a Coordenação do Comitê Estadual do FNDC

João Pessoa, 28 de maio de 2021