• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-PB convoca movimento sindical a participar de carreata no dia 1º de maio

A “Carreata do Trabalhador e da Trabalhadora” acontece no próximo sábado, com concentração a partir das 08h no Conjunto Valentina Figueiredo, em JP

Publicado: 30 Abril, 2021 - 21h17

Escrito por: Ascom CUT-PB

Divulgação/CUT-PB
notice
O ato faz parte do cronograma da CUT na semana do trabalhador(a).

Em alusão ao Dia do Trabalho, a Central Única dos Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB) estará promovendo,em parcerias com outras entidades e movimentos sociais, a “Carreata do Trabalhador e da Trabalhadora”, neste sábado(1º), a partir das 08h, com concentração no Campo da Marquise, no Conjunto Valentina Figueiredo, em direção ao Conjunto Mangabeira, com encerramento no Terminal da linha de ônibus 302, no mesmo bairro, em João Pessoa.

O ato, que faz parte do cronograma da CUT na semana do trabalhador(a), contará também com a participação de outras Centrais Sindicais, a Frente Brasil Popular, Povo Sem Medo, partidos políticos do campo progressista, Movimento Fora Bolsonaro-Paraíba e  movimentos sociais.

Para o presidente da CUT-PB, Tião Santos, o ato é uma reação dos movimentos sociais diante da situação de crise sanitária e econômica da qual se encontra o Brasil. “O país vive uma das maiores crises sanitárias e econômicas, com uma taxa de desemprego de quase 15% e o Governo Bolsonaro está com uma política econômica falida que não dá resposta à população e massacra a classe trabalhadora”, disse.

 Tião Santos destaca que diante de um cenário de tragédia humanitária, que assola o Brasil, onde já registra mais de 400 mil mortes pela Covid-19 e  que logo deverá se tornar o 14º país com maior taxa de desemprego no mundo, não existe outra alternativa para a classe trabalhadora e para a população no geral do que partir para a luta. “Temos que cobrar pelos nossos direitos, pelo respeito ao trabalhador, pela volta do auxílio emergencial de R$600, defender o serviço e o servidor público”, ressaltou.

 O presidente da CUT acrescentou que a classe trabalhadora, que é uma das que mais sofre com este governo genocida, precisa reagir.  “Por isso convido todos os sindicatos para mobilizar a sua base, os trabalhadores, com vista a fortalecer o nosso movimento unificado e que possamos transformar essa carreata em um dos maiores eventos realizados em João Pessoa, nesse período de distanciamento  social. Vamos dar um basta ao Governo da morte e levar para as ruas o Fora Bolsonaro”, enfatizou Tião.

 

Programação do Trabalhador e da Trabalhadora

A CUT-PB também está empenhada em ajudar aqueles que mais precisam. Com esse objetivo, deu início a sua programação, na última segunda-feira, com o lançamento da Campanha solidária “Vacina contra a fome”, que consiste na arrecadação de alimentos não perecíveis para as famílias que estão passando necessidades em decorrência da crise sanitária e econômica e terá como duração o tempo que perdurar a pandemia.

Já na quarta-feira (28), Dia em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, a Central lançou a campanha de doação de sangue “Trabalhadores Unidos em Defesa da Vida: doe sangue”.

A campanha segue até o dia 28 de maio e tem como objetivo incentivar a doação de sangue junto às categorias profissionais dos sindicatos filiados.

Para mais informações sobre as campanhas, é só acessar: pb.cut.org.br/.

 

#AuxilioEmergencialDe600Já

#EmDefesaDosServiçosPúblicos

#ForaBolsonaroGenocida