• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

CUT-PB apoia ato da democratização das universidades e contra os cortes de Bolsonaro

A mobilização foi promovida pelo Sintespb, ADUFPB e movimento estudantil e faz parte de um calendário nacional de lutas em defesa da educação

Publicado: 20 Maio, 2021 - 08h19

Escrito por: Ascom CUT-PB

Divulgação
notice
A CUT-PB fez parte de ato promovido pelo Sintespb

A Central Única dos Trabalhadores da Paraíba (CUT-PB) fez parte de ato promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores em Ensino Superior do Estado da Paraíba (Sintespb), Associação dos Docentes da Paraíba e movimento estudantil, ocorrido nesta quarta-feira (19), no campus I da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

O ato teve como objetivo marcar o Dia Nacional de Luta e Resistência, mobilizando não somente a categoria técnico-administrativa da instituição, professores e estudantes, mas toda a sociedade, contra os desmandos do Governo Bolsonaro, que vem realizando cortes significativos na Educação e praticando intervenções nas instituições públicas de ensino superior, além de outros ataques.  

O presidente da CUT-PB, Tião Santos, reforça a importância da participação na mobilização. “A CUT estará sempre presente em todo e qualquer ato que tenha o intuito de denunciar a arbitrariedade do governo Bolsonaro e do reitor da UFPB que foi colocado através de intervenção”, afirmou. “Lutaremos sempre pela democratização das universidades públicas, que estão nesse momento sofrendo retrocesso”, concluiu.

Segundo o secretário-geral do Sintesp e de Combate ao Racismo da CUT-PB, Clodoaldo Gomes, este foi o primeiro ato de um calendário unificado em defesa da educação. “Foi um ato que marcou mais uma vez a unidade entre os três segmentos da universidade em defesa da educação. Ele serviu como um grande esquenta para o grande ato unitário que está previsto para acontecer no dia 29 de maio”, disse.

O calendário de lutas foi definido pelas entidades nacionais com intenção de retomar o Comando de Mobilização Nacional.