• TVT
  • RBA
  • Rádio CUT
MENU

13 º CECUT-PB começa nesta quinta-feira em João Pessoa

Publicado: 28 Novembro, 2019 - 08h41 | Última modificação: 28 Novembro, 2019 - 08h46

Escrito por: Elara Leite

Elara Leite
notice

O 13 º Congresso Estadual da CUT-PB, maior instância deliberativa dos sindicatos filiados à Central Única dos Trabalhadores no Estado, acontece a partir desta quinta-feira (28), em João Pessoa, no Sindicato dos Bancários. Entre outras deliberações, o Congresso acompanha a agenda nacional da CUT e delibera sobre a nova direção da central no Estado.  

Na programação estão incluídas palestras, apresentações culturais, momentos de debate envolvendo a conjuntura sindical e uma plenária que deverá eleger a nova diretoria da CUT na Paraíba. O evento começa com abertura solene nnesta quinta-feira (28), à noite, seguindo até o sábado ao meio-dia.  

Para o presidente da CUT-PB, Paulo Marcelo, o momento é difícil para a classe trabalhadora com os inúmeros ataques à democracia e aos direitos conquistados. Ele lembra que o projeto da terceirização em todas as atividades das empresas, bem como a reforma trabalhista e outras MPs e Decretos para retiradas de direitos dos trabalhadores, como a MP 905/2019, tornam o momento desafiador de reorganizar a classe.  

“Uma das centrais que sempre teve e continuará tendo esse protagonismo é a Central Única dos Trabalhadores. Vamos ter que fazer um grande diálogo com todas as demais centrais sindicais do país e com certeza 2020 será um ano de muita luta e muita persistência. O Governo Bolsonaro ataca em cheio os direitos básicos dos trabalhadores e passa a conta da crise para as costas dos mais fracos”, analisou.  

Paulo acrescenta que, no cenário atual, cerca de 20 milhões de pessoas se encontram desempregadas ou no subemprego, tornando ainda mais grave a situação. “Os empregos que são oferecidos são bastante precarizados e nós temos ciência que temos uma grande tarefa pela frente. É com esse objetivo que vamos realizar o Congresso Estadual da CUT-PB e com certeza vamos mais uma vez organizar um grupo que vá para a frente, que vá para a luta e não perca a esperança. Nós não podemos ficar de fora desse debate. Nada de baixar a cabeça. É hora de todos darmos as mãos. Como temos dito: “ninguém solta a mão de ninguém” e a luta será mais uma vez comandada por aqueles e aquelas que fazem o crescimento do país. É com esse sentimento que realizaremos esse congresso e que saia com um grande projeto de luta para que 2020 seja um ano de retomada tanto no campo quanto na cidade”, conclamou.  

Confira a programação 

Quinta-feira (28) 

Noite 

17h - Credenciamento 

19h – Apresentação Cultural 

19h20 - Mesa de abertura política 

20h20 - Leitura e Aprovação do Regimento Interno 

20h30 - Encerramento com coquetel 

 

 

Sexta-feira (29) 

Manhã 

8h - Mística de abertura dos trabalhos 

08h10 - Análise de Conjuntura, Internacional, Nacional e Local 

Expositor: Marcio Caniello – professor da UFCG, bacharel em Ciências Sociais e Mestre em Antropologia Social pela UFRJ 

9h - Debate 

9h30 - Palestra: Sindicalismo do futuro e os impactos das novas tecnologias no mundo do trabalho 

Expositor: Flávio Marinho – Historiador, mestre em Tecnologia e Gestão em EAD pela UFPE e assessor do Sindsprev-PE 

10h20 - Debate 

10h45 – Impactos da reforma trabalhista para os trabalhadores e os desafios para o movimento sindical 

Expositor: Jonathan Pontes - advogado trabalhista e assessor jurídico do SINTELL e SINTRICOM 

11h45 - Debate 

12h30 – Almoço 

Tarde 

13h – Encerramento do credenciamento 

14h - O papel das mulheres na organização da CUT 

Palestrantes: Juneia Batista, Secretária da Mulher Trabalhadora da CUT Nacional 

14h45 - Debate com o Plenário 

15h10 – Política de Financiamento do Movimento Sindical 

Expositores: Paulo Marcelo e Gilberto Paulino 

15:50h – Debate 

17h05 – Apresentação das experiências vivenciadas por ramo de atividade. 

17h40 – Encerramento 

20h - Noite de confraternização 

 

Sábado (30) 

Manhã 

8h - Mística de abertura 

8h20 – Balanço da Gestão 

9h - Avaliação 

9h20 - Elaboração de propostas para o Plano de Lutas - GTs 

10h – Apresentação dos GTs (sistematização e formatação do plano de lutas) 

10h30 – Plenária Final 

  • Leitura e aprovação das moções
  • Aprovação do Plano de Luta
  • Apresentação da chapa e eleição da nova direção da CUT
  • Encerramento e encaminhamentos
  • Almoço